sexta-feira, 2 de abril de 2010

Como cheguei na Irlanda


Imagem: socialjusticenow.files.wordpress.com

Me perguntam muito como que consegui o visto de trabalho (Work Permit) para Irlanda, pois bem, vou explicar aqui para fonte de pesquisa para quem deseja o mesmo.

Primeiro queria dizer que a Irlanda não foi um país escolhido por mim, vim parar aqui por consequência do emprego oferecido.

Quando decidimos que era hora de morar fora do Brasil por um tempo, começamos a procurar emprego em todo e qualquer país que falasse inglês (até alguns que não falavam, mas que estavam na União Européia). Depois de muitos CV enviados (muitos e muitos mesmo, um ano de procura) eis que alguns frutos começaram a ser colhidos, respostas por email e algumas entrevistas por telefone.

[ Uma dica que eu dou é não começar a espalhar o seu CV por aí sem estar apto à fazer uma entrevista em inglês por telefone. Se você receber retorno, 99% de chance de marcarem uma entrevista e se você recusar a mesma ou não conseguir compreende-la, será descartado neste estágio do processo. Sendo assim, vá por partes. Se o seu inglês ainda não é suficiente, pense primeiro em fazer um intercâmbio para aprender e melhora-lo e só depois vá em busca de um emprego qualificado na sua área ]

Voltando, um belo dia uma empresa Irlandesa me mandou um email dizendo que estava com meu CV e queria marcar uma entrevista. Claro que aceitei na hora. Entrevista marcada para as 06h00 da manhã (horário de Brasília), nem precisa dizer que não dormi naquela noite né?! (e nem nas próximas noites que se seguiram depois desta entrevistas :(

Entrevista feita, 2 horas de muitas perguntas técnicas. Minha sorte é que cara que me entrevistou falava um inglês muito claro e calmo, isto ajudou muito. Mas ele vasculhou toda a minha mente a respeito do eu tinha colocado no meu CV.

[ não coloque nada no seu CV que vc não tenha como falar sobre isto em uma entrevista ]

Pronto! Estou contratada?! Não, foi mandar o resultado desta entrevista para o gerente. Ok, eu espero.

Um ano depois, ops quer dizer, 2 semanas depois (tá pareceu um ano para mim) recebi a resposta.
- Oi, podemos marcar outra entrevista?

Outra?! Nossa o que queriam perguntar mais?! Já tinha falado tudo que sabia. Mas claro, pode né.
Mesmo horário, mesmo local e mais noite sem dormir. Agora foi com o gerente do projeto, mais 2 horas de telefone e voilá. Nada de resposta de novo!

Esperei, esperei até que não aguentei e mandei email perguntando o resultado. Recebi uma resposta automatica dizendo que a tal mocinha estava de férias!!! Ok, continuo esperando. Afinal eu nem sou ansiosa né meu bem?!

Acabaram as férias da moça e chegou o tão esperado email, olhem ai:

[ Yes, our answer is absolutely positive, and I am already started to work on your package, which hopefully will be sent to you latest is tomorrow. Hope it is not too late for you. I also checked into the visa things, and also gathered few useful information for you about Ireland. ]

Gente nem preciso dizer que quase tive um treco né?! O Lauro (o marido) também...
E pasmem, neste mesmo dia ele recebeu a confirmação de um processo seletivo que estava fazendo para a IBM da Rep. Tcheca. E agora?! Temos 2 opções!!!!

Escolhemos a Irlanda, por 2 motivos: a primeira língua ser o inglês e a moeda ser o euro.

Bom, emprego conseguido agora era hora de entrar com o visto (Work Permit). Mas isto eu vou explicar em outro post, este aqui já está grande demais.

Conclusão...quem procura acha!

bjos

Nenhum comentário:

Postar um comentário